Se estás a considerar investir num seguro de saúde em Portugal, é crucial entenderes as isenções de IRS e IRC disponíveis tanto para empresas como para pessoas singulares. Estas isenções podem tornar a tua decisão de adquirir um seguro de saúde ainda mais vantajosa, proporcionando benefícios fiscais significativos.

Neste artigo, vamos explorar detalhadamente essas isenções e como podes beneficiar delas, tanto como empresa ou como pessoa singular. Assim, não só beneficias dos preços da BELT !

1. Isenções de IRS para Pessoas Singulares:

Ao adquirir um seguro de saúde em Portugal, os indivíduos podem beneficiar de isenções de IRS que permitem reduzir o montante de imposto a pagar ou aumentar o reembolso a receber. Algumas das principais isenções incluem:

  • Dedução de Prémios: Conforme estabelecido no Código do IRS, os indivíduos têm direito a deduzir até 15% dos prémios pagos com seguros de saúde no IRS, com um limite de 1.000€. Esta dedução é uma forma eficaz de reduzir a carga fiscal e poupar dinheiro.
  • Isenção de Tributação em Espécie: Além da dedução de prémios, os indivíduos beneficiam da isenção de tributação em espécie sobre os prémios de seguro de saúde pagos pela empresa em seu benefício. Isso significa que não terão de pagar impostos sobre este benefício, proporcionando uma economia adicional.

2. Isenções de IRC para Empresas:

As empresas que oferecem seguro de saúde aos seus colaboradores também desfrutam de isenções de IRC que tornam este benefício ainda mais atrativo. Algumas das principais isenções incluem:

  • Dedução Fiscal: As empresas podem deduzir os custos associados aos seguros de saúde como despesas operacionais, reduzindo assim o lucro tributável sujeito a IRC. Esta dedução contribui para uma redução efetiva do imposto a pagar pela empresa.
  • Isenção de Tributação em Espécie: Além da dedução fiscal, as empresas beneficiam da isenção de tributação em espécie sobre os prémios de seguro de saúde pagos em benefício dos seus colaboradores. Isso significa que não terão de pagar IRC sobre este benefício, o que representa uma economia financeira significativa.

3. Cumprimento de Obrigações Fiscais:

Para beneficiar destas isenções, é importante cumprir todas as obrigações fiscais e manter os pagamentos em dia. As empresas devem garantir que os prémios de seguro são devidamente contabilizados como despesas operacionais, enquanto os indivíduos devem incluir os valores dos prémios no seu IRS conforme especificado pelo Código do IRS.

Conclusão:

Investir num seguro de saúde em Portugal não só promove o bem-estar dos colaboradores e indivíduos, mas também oferece vantagens fiscais significativas tanto para empresas como para pessoas singulares. As isenções de IRS e IRC permitem reduzir os encargos fiscais e aumentar as poupanças, tornando o seguro de saúde uma opção ainda mais atrativa. Certifica-te apenas de cumprir todas as obrigações fiscais e de manter os pagamentos em dia para aproveitar ao máximo esses benefícios. Qualquer outra dúvida que possas vir a ter, não hesites em pedir ajuda à nossa equipa de especialistas para a escolha do melhor seguro de saúde para ti!

PARTILHAR
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
Email

Seguro de Vida vs Seguro de Saúde: Preços, Coberturas e Diferenças

Seguros de Vida: Mitos, Simulação e Consciência

Ilha da Madeira: o que visitar e a levada na Madeira

BELT E OS COOKIES

No website da BELT Seguros utilizamos cookies para melhorar a tua experiência connosco! Continuando a navegar, consideramos que aceitas a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.