O tema de adotar animais em Portugal é conhecido por todos. Sabemos que os abrigos operam nos limites de capacidade e que muitos animais continuam a ser abandonados todos os dias em Portugal. Segundo a revista Visão, por fonte do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), cerca de 42 mil animais foram resgatados no último ano. Embora represente uma diminuição em comparação com 2021, é ainda assim um número significativo quando comparado com o número de animais adotados no mesmo período, que se estima ser por volta de 25 mil animais.

No entanto, este tema tem vindo a ganhar destaque entre as pessoas, que cada vez mais tendem a adotar animais em vez de recorrer à compra a um criador, por exemplo. Existem diversas organizações que se destacam pelos seus princípios, cuidados e atenção no que toca a acolher animais e a dinamizar uma família ou dono que os acolha. Neste artigo falamos sobre a adoção de animais em Portugal, a sua importância e impacto, como proceder, ajudar as organizações e muito mais!

adotar animais

O tema da adoção de animais em Portugal é conhecido por todos. Sabemos que os abrigos operam nos limites de capacidade e que muitos animais continuam a ser abandonados todos os dias em Portugal. Segundo a revista Visão, por fonte do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas), cerca de 42 mil animais foram resgatados no último ano. Embora represente uma diminuição em comparação com 2021, é ainda assim um número significativo quando comparado com o número de animais adotados no mesmo período, que se estima ser por volta de 25 mil animais.

adoção de animais

Escolher o Animal Certo para Adotar

Ao adotar animais, é crucial que consideres uma série de fatores para garantir que o teu novo amigo se ajusta bem ao estilo de vida e ao ambiente da tua casa. Aqui ficam alguns pontos a considerar para adotar animais em Portugal:

Tamanho do Animal

Um fator importante é o tamanho do animal que vais escolher, comparativamente com o espaço que tens disponível em casa, no caso de um animal de grande porte deves ter a certeza que o teu espaço disponível é grande o suficiente para ele poder correr e brincar à vontade, como uma boa vivenda ou que o consegues levar a passear com bastante regularidade dentro da tua rotina. Geralmente, animais maiores podem ter também custos associados mais elevados, como a alimentação, cuidados veterinários ou até mesmo acessórios!

adotar animais
Adotar um Cão ou um Gato?

Para muitas pessoas, a escolha é simples…A ou B! Mas mesmo assim há outra série de fatores que podem influenciar a tua escolha final entre cão ou gato. 

Os gatos tendencialmente são mais independentes que os cães e podem ser mais adequados para quem tenha um estilo de vida mais ocupado, assim como em termos de espaço para o porte do animal, os gatos adequam-se mais facilmente a viver num apartamento, por exemplo.

Os gatos também são menos exigentes do que os cães no que toca a atenção e disponibilidade por parte dos donos, enquanto que os cães frequentemente requerem mais interação e atenção por parte destes para garantir o exercício físico e estímulo mental.

Os cães por outro lado costumam ser mais dóceis e devolvem mais facilmente ao dono, a atenção que lhes é dada.

Cuidados diários

Parece algo simples numa fase inicial, mas nesta comparação os gatos saem vencedores por se “auto-cuidarem”. Os gatos tratam da sua própria higiene e usam uma caixa de areia para necessidades, enquanto que os cães precisam de ser lavados e levados a passear para as suas necessidades fisiológicas.

Processo de Adoção para Cães e Gatos

O processo de adoção de animais pode ter alguns requisitos legais e passos com os quais podes não estar a contar, nomeadamente entrevistas de adoção ou até mesmo verificação de antecedentes. Para um melhor processo de adoção de animais aqui estão algumas coisas que deves saber:

adotar animais

Onde adotar animais?

A maioria dos abrigos e associações mantêm sites e redes sociais atualizadas com informações sobre os animais disponíveis para adoção. Além disso, costumam organizar eventos frequentemente para dinamizar a adoção de animais.

Na extensão dos sítios onde podes ‘salvar’ animais, uma boa solução também são os canis municipais que se juntam regularmente com as associações e abrigos para promover a adoção de animais resgatados.

Quais os passos envolvidos no processo para adotar animais?

Visita ao Abrigo Animal

Os passos para a adoção de um animal começam pela visita ao abrigo ou evento de adoção, onde vais escolher o animal que vais levar contigo.

Deixamos-te aqui uma lista feita pelo ICNF, com todos os abrigos para animais no país, com ou sem fins lucrativos e que podes visitar.

Entrevista de Adoção

Após teres escolhido o teu novo melhor amigo, segue-se a entrevista de adoção que é realizada por muitos dos abrigos aos potenciais adotantes, de forma a garantir que o estilo de vida e ambiente em que o animal vai viver, são adequados para o mesmo. Podem ser feitas perguntas relativas à tua rotina diária, experiência com animais e expectativas quanto à adoção.

Verificação de Antecedentes

Algumas organizações podem pedir-te que faças uma verificação de antecedentes ou uma visita domiciliar para avaliar se o ambiente é seguro e confortável para o animal prosperar.

Assinatura do Termo de Adoção

Ao adotar um animal, normalmente é necessário assinar um termo de adoção que estipula os cuidados necessários e o compromisso com o seu bem estar. Sê sempre responsável com este assunto e pensa as vezes necessárias sobre a vida que estás a acolher e as condições que tens para o fazer.

Taxas para Adotar Animais

A maioria dos abrigos pede que seja paga uma taxa de adoção sobre a cobertura por parte dos custos de cuidados prévios com o animal, sejam eles despesas com veterinário, vacinação, desparasitação, esterilização ou microchip.

O que acontece depois de adotar animais?

Em certos casos, é feito um acompanhamento por parte dos abrigos após a adoção para assegurar que o animal está a adaptar-se bem ao novo lar e à tua companhia. Por vezes também é oferecido suporte para ajudar com questões de comportamento e cuidados gerais.

Preparação do Lar para o teu Novo Companheiro

adotar animais

A preparação do teu espaço para o teu novo companheiro de quatro patas é, sem dúvida, uma das partes mais importantes para que corra tudo bem na sua adaptação à tua casa. Deves ter em especial atenção o acolhimento, suplementos, a criação de um ambiente seguro para o teu animal e à sua chegada e ambientação, especialmente se já tiveres outros animais ou zonas restritas à qual não queres que ele chegue.

Um Espaço Acolhedor

Podes preparar a tua casa depois de adotar  animais, para ter uma área confortável para o eles dormirem, como uma cama ou um cantinho com cobertores, longe de correntes de ar e numa zona de pouca passagem e calma para que ele possa descansar sem ser incomodado. Para gatos, deves ter uma caixa de areia num local igualmente tranquilo e longe da sua cama ou área de alimentação pois vai ser a sua casa de banho, e ninguém gosta de ser incomodado quando está na casa de banho, certo?

Compra de Suplementos

A preparação de suplementos para receber um animal conta com alimentação, brinquedos e itens de higiene. Compra uma ração apropriada para a idade do teu novo amigo, assim como tamanho e condição de saúde e nunca te esqueças de lhe deixar também uma tigela sempre cheia com água.

Também podes comprar brinquedos que sejam apropriados para o teu animal de estimação e para o seu nível de atividade. Os animais adoram brincar e estar entretidos e esta é uma forma simples de lhes dar algo que eles possam usar para quando se sentirem mais aborrecidos.

Quanto à higiene do teu animal, é importante adaptar os cuidados conforme as suas características, como o pêlo por exemplo. Precisarás certamente de adquirir uma escova para remover os pêlos que vão caindo e prevenir que se acumulem. Além disso, o shampoo próprio para animais é outro ‘must have’ e no caso de gatos, uma pá para limpar a caixa de areia.

Garante um Ambiente Seguro

Para garantires a segurança do teu animal na tua casa, há cuidados que não podes dispensar como, remover plantas tóxicas (existem plantas que podem ser tóxicas para animais, como é o caso do lírio, azaleia ou antúrio). Outro ponto importante a ter em atenção são objetos frágeis que possam quebrar-se e colocá-los fora do alcance do teu animal, assim como evitar a probabilidade de caírem e se partirem, incluindo fios e cabos elétricos onde ele possa enlear-se ou mastigar.

Cuidados Iniciais Após Adotar Animais

Consultas Veterinárias Iniciais

Logo após a adoção de animais, seja cão ou gato, é fundamental dedicar uma atenção especial aos cuidados de saúde do mesmo. Essencialmente, estes cuidados passam por um exame mais geral para avaliar como está a saúde do teu pet, bem como a sua vacinação, que poderá incluir uma calendarização das seguintes vacinas baseado na idade e saúde do animal, e também desparasitação/prevenção de parasitas como pulgas e carraças.

Alimentação adequada

No que toca à alimentação deves consultar também o veterinário para que ele te possa ajudar a determinar a melhor ração, levando em consideração o peso, a idade e saúde do teu companheiro.

Rotina Diária

É essencial estabelecer desde o início uma rotina diária para que o teu novo animal de estimação possa se adaptar sem problemas. Nela, deves contar com passeios diários, alimentação, brincadeiras e descanso.

Socialização

O teu animal estará numa fase de adaptação a um novo ambiente, a um dono novo e a novos amigos. Sim, é muito importante que faças um esforço para o introduzir a outras pessoas e outros animais, uma vez que o fator social também é de extrema importância para que o teu amigo se sinta bem e feliz.

Neste período de adaptação é quando deves reforçar o encorajamento de comportamentos positivos e desejáveis, ou seja, quando ele se ‘portar bem’, recompensa-o com um carinho, um biscoito ou petiscos. Assim ele vai saber que algo fez algo correto e provavelmente na próxima vez vai voltar a portar-se bem.

Seguro Pets com a BELT Seguros:

Com a BELT Seguros podes simular seguros pets, viagem, empregada doméstica, saúde e vida. No nosso simulador, basta dizeres se o pet a segurar é um cão ou gato, a sua data de nascimento e raça. Por fim será pedido que nos digas apenas qual o tipo de cobertura com maior relevância para ti, com esta resposta vamos conseguir selecionar os seguros mais indicados para o teu caso! Simula aqui!

Coberturas

Nos seguros que a BELT disponibiliza, podes encontrar seguros mais simplificados apenas com coberturas essenciais, ou seguros mais abrangentes que vão cobrir muito mais do que apenas danos a terceiros, por exemplo. 

Algumas das coberturas mais comuns nos seguros que te trazemos são:

  • danos a terceiros
  • desaparecimento
  • despesas cirúrgicas (por doença/por acidente)
  • guarda em alojamento
  • vacinação

Como Contribuir para Abrigos de Animais

A adoção de animais só por si é salvar a vida de um animal, proporcionando-lhes um lar, amor e carinho, o que muda as suas vidas. No entanto, mesmo que não tenhas possibilidade de adotar, existem outras maneiras de ajudar.

Podes considerar voluntariado, há imensas pessoas que o fazem e dedicam uma parte da sua semana aos abrigos de animais e a cuidar dos animais que lá habitam.

Suporte financeiro e doações são sempre bem vindos, uma vez que, apesar de vários apoios, as instituições e abrigos lutam com dificuldades para conseguirem suportar todos os animais que abrigam. Por isso, seja doação de dinheiro, ração, cobertores, brinquedos e outros são mais que necessários.

A sensibilização e a ação social também são importantes para promover a causa da adoção animal. Por exemplo, se conheceres alguém interessado em adotar animais, podes discutir com essa pessoa as vantagens de adotar em vez de ‘comprar’ um animal.

PARTILHAR
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Pinterest
Email

Tudo o que precisas de saber sobre as Ilhas Phi Phi!

Como simular seguros de viagem em 30 segundos!

As Melhores Dicas para Viajar a Zanzibar!

BELT E OS COOKIES

No website da BELT Seguros utilizamos cookies para melhorar a tua experiência connosco! Continuando a navegar, consideramos que aceitas a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.